Curtas que arrebatam #41 – Histórias em papel

11 de agosto de 2017 | Comente!

Conheça, aqui, uma seleção de curtas que trazem três narrativas cheias de arte feitas com dobraduras para encher os olhos e a imaginação das crianças!

Imagem retirada de Pixabay

Você sabia que o papel é um instrumento muito, muito antigo? Há mais de 6 mil anos os egípcios já utilizavam uma planta chamada papiro, que servia para a fabricação de cordas, tecidos e folhas próprias para a escrita. Pouco a pouco essa folha foi sendo aperfeiçoada e ganhando as texturas que hoje conhecemos, mas desde aquela época já tinha um papel fundamental para que as pessoas pudessem fazer seus registros, desenhos e se comunicassem.

Se olharmos com atenção à nossa volta, o papel, em seus múltiplos formatos, tamanhos, cores e utilidades, nos acompanha em lições de casa, nas listas de compras, na anotação de recados, nos embrulhos de presente, na impressão de jornais, revistas e fotos, como base para criar pinturas, dobraduras, e até abrigar todas as histórias do mundo em forma de livro! Que tal conferir algumas animações que reuniram muitos desses possíveis destinos do papel, transformando-o também em arte?

“Origami” (Origami)

Um jovem garoto está sendo instruído por um sábio homem mais velho sobre como utilizar um pedaço de folha quadrada para criar um complexo origami de dragão. Fracassando em suas tentativas, ele se frustra e acaba sendo levado a um universo desafiador feito inteiramente de papel. Nessa imersão, ele terá de criar novas estratégias para enfrentar suas dificuldades e aprender a lidar com elas.

“11 Paper Place” (11 Lugares de Papel)

Essa é uma história de amor e aventura sobre duas folhas que magicamente se encontram conforme são arremessadas de uma máquina impressora para o lixo. Lá, elas ganham vida e se transformam em personagens que habitam cenários incríveis feitos de… papel!

“Step Into a Miniature World of Animated Paper Wildlife” (Adentre um Mundo de Vida Selvagem de Papel Animado em Miniatura)

De uma escrivaninha comum, repleta de materiais de escritório, nasce um pequeno universo de dobraduras que interagem com lápis, papéis, tintas e companhia, carregando uma grande mensagem a respeito da conservação da vida selvagem. Os seres humanos, mesmo vivendo afastados das florestas, levam os impactos de suas atitudes para dentro delas, pois, afinal, tudo está conectado.

 

Outros posts que podem interessar:

Curtas que arrebatam #27: um mundo de descobertas

Curtas que arrebatam#29: histórias em time lapse

Curtas que arrebatam #38 – Filmes em Stop Motion

Compartilhe!

Participe da conversa!