Mais um gesto de generosidade e desprendimento

16 de março de 2017 | Comente!

Menino de 6 anos comove e surpreende sua mãe organizando uma doação de seus próprios brinquedos. Confira neste post do nosso parceiro Catraquinha!

post1603

Colocar uma plaquinha em frente de casa com os dizeres “Free Toy” (“Brinquedos grátis”) foi a ideia do pequeno Blake, de seis anos, da Florida, para ajudar crianças menos favorecidas do que ele.

O insight de solidariedade e empatia surgiu na cabeça do pequeno em uma noite qualquer, quando ele e a mãe discutiam sobre sua bagunça. Em um texto escrito em primeira pessoa publicado no site colaborativo Bored Panda, a mãe, Melissa Work, compartilha como foi o início desse gesto de protagonismo infantil:

“Meu filho Blake, de seis anos, entrou no meu quarto uma noite, em um horário em que ele supostamente já deveria estar dormindo. Ele queria conversar. Por mais frustrante que pudesse ser aquela situação, eu lembrei daquele ditado ‘se você não escutar as pequenas coisas, as crianças nunca vão te contar as grandes’”.

Depois que a mãe argumentou que o filho tinha que dormir e que deveria arrumar os brinquedos assim que acordasse, Blake relutou: “Mas, mãe, está uma bagunça. Tem muitos brinquedos para catar”. Foi então que ela recorreu a um clássico da relação pai e filho: “Tantos brinquedos são uma benção. Existem crianças que não têm nenhum”.

“Seu rosto se transformou. Aquilo realmente o atingiu e o machucou”, conta. E então Blake teve a ideia que viralizou na internet como um exemplo de alteridade e amor ao próximo.

“Nós podemos montar uma barraca como aqueles carrinhos de limonada, e aí eu posso doar os meus brinquedos. Elas podem ficar com eles. É uma grande ideia, não é, mãe?”, vislumbrou o pequeno.

A mãe, emocionada com o gesto, respondeu que iriam discutir a ideia na manhã seguinte, e que amava o seu “grande coração”. Mas pequeno não desistiu: quando a mãe acordou, o menino já tinha separado quais brinquedos e livros iria doar (entre eles, alguns dos seus preferidos, destaca ela) e tinha tudo pronto para montar a barraquinha, que foi montada no jardim em frente à casa com os dizeres. “Animem-se, crianças! Venham para a casa do Blake, nós temos brinquedos grátis para vocês”.
Com a barraca montada, o quintal de Blake se transformou em palco de uma verdadeira ação social colaborativa. Nos primeiros momentos, conta a mãe, já apareceram muitas famílias. Algumas queriam ajudar a aumentar a oferta de doações do menino, outras vinham com crianças e queriam trocar por brinquedos ou livros que já tinham. “Uma família mencionou que não tinham muito para contribuir, mas que tinham parado para ver os livros de Blake, então ele acabou dando quatro dos seus favoritos para eles”, lembra a mãe.

“Até a professora primária de Blake apareceu. Ela queria apoiá-lo e demonstrar como estava orgulhosa”, relata Melissa.

Gestos como esse não são únicos! As crianças podem ser extremamente sensíveis às questões sociais. Conversar com elas sobre a importância de doar não só as ensina sobre generosidade, mas também sobre atitudes cidadãs.

Clique aqui para ler o relato de Melissa Work na íntegra

Texto adaptado e imagem de: Catraquinha

Compartilhe!

Participe da conversa!